terça-feira, 5 de novembro de 2013

Minha Cara China

As pessoas geralmente tem a idéia de que a China é absolutamente barata e que tudo por aqui custa uma pechincha. Bem, na verdade não é bem assim. Posso dizer que existem duas Chinas, uma para o chinês, onde normalmente tudo é muito barato, quando comparado aos preços do resto do mundo ocidental, e uma outra China, para os estrangeiros, com preços que variam de acordo com o poder de se comunicar em chinês!

Quando um estrangeiro, falando ou não mandarim, vai a um mercado, feira ou qualquer estabelecimento comercial que não tenha preços previamente anunciados, ele terá que negociar bastante para conseguir um preço pelo menos razoavelmente próximo ao que o vendedor daria de cara a um cliente chinês. Talvez porque o chinês tenha a péssima mania de achar que todo estrangeiro é rico! Ou talvez porque, de fato, todo ocidental ache a China muito barata, quando comparada ao seu país de origem, e acaba pagando qualquer preço absurdo que o vendedor lhe oferecer, achando uma pechincha.

Se o cliente estrangeiro falar um pouquinho de mandarim a coisa muda de figura. É como se dissesse: "Eu moro aqui e sei quanto isso custa!". Por isso, para quem é gringo, quanto mais se fala, mais barato o preço fica.

Em qualquer negociação que um turista, ou mesmo um morador estrangeiro aqui na China, precise fazer, o ideal é mostrar um pouco do que é capaz de falar, se quiser pagar menos. Aprendi essa máxima nos primeiros meses de China e coloco em prática sempre que saio de casa. No entanto, existem situações em que o estrangeiro precisa recorrer à serviços prestados em inglês e aí não tem jeito, é preparar o bolso. Escola, moradia e atendimento médico são normalmente super, mega, ultra inflacionados para os estrangeiros.

Por mais que eu me esforce, ainda não me sinto capaz de ser atendida somente em mandarim. Para não colocar em risco a minha saúde e da minha família eu, e praticamente todos os estrangeiros na China, recorremos a um hospital internacional que, normalmente, oferecem um excelente serviço. O problema é o preço.

Semana passada fui ao oculista e paguei por um exame 1.050,00 RMB que correspondem a cerca de R$ 395,00. Comentando com uma amiga chinesa, sobre o preço que me custou a consulta, ela disse que, no melhor hospital chinês de Shanghai, ela pagou, há um mês, 9,00 RMB por uma mesma consulta, cerca de R$ 3,37. Segundo essa amiga, o médico era excelente, como é a maioria dos médicos locais. O problema é que, normalmente, são objetivos demais beirando à rispidez. Bem, então, na minha consulta ao oculista, a simpatia e o atendimento em inglês do médico me custaram R$ 390,00!