sexta-feira, 19 de abril de 2013

Split, Croácia


 
Passei somente um dia na Croácia, mas rapidamente deu para perceber porque Split é um dos portos mais fascinantes do Adriático.

Com um porto de 1.700 anos, diversos monumentos históricos, museus e galerias, sem dúvida um dia foi pouco para o que Split merece, porém não posso reclamar, aproveitei o dia o máximo que pude!

Mesmo com pouco tempo, não pude deixar de visitar o Palácio Diocleciano. Construído no litoral de Split por volta de 295 d.C. o palácio é uma das residências reais romanas mais bem preservadas do planeta! A estrutura é praticamente uma cidade, com 16 torres, 3 templos e o mausoléu do imperador.

O futebol é tudo na Croácia! Os habitantes locais são fanáticos por seu time. Dizem que essa cidade tem a melhor atmosfera para se assistir a um jogo de futebol em toda Europa!

A culinária local é magnífica! Vale a pena experimentar a autêntica cozinha croata em um konoba – um restaurante familiar ao estilo antigo. Surpreendentemente delicioso!

Outras atividade que eu não fiz, mas serão um excelente pretexto para voltar para Split:

·         O Museu Arqueológico. Trata-se do mais antigo museu da Croácia, com uma grande coleção de objetos datados de eras pré-históricas.

·         A galeria de Mestrovic que expõe a maior coleção de trabalhos do artista, inclusive esculturas, pinturas a óleo e desenhos.

·         Monte Marjan de onde a vista do Adriático é formidável.

·         E claro, preciso voltar para visitar a cidade de Trogir, um Patromônio Mundial da Unesco que fica nas vizinhanças de Split.