sábado, 16 de março de 2013

Railay

 



Quando eu falei para uma amiga que estava indo para a Tailândia pela primeira vez ela disse que eu não poderia deixar de conhecer Railay. Foi uma dica quentíssima!!!!

A maioria dos turistas que visitam as praias da Tailândia vão a Phuket, é a maior das ilhas. O problema é que Phuket acaba sofrendo como qualquer outro paraíso turístico que é muito visitado, começa a ficar descaracterizado e deixa de ser paraíso. Railay não! Ainda pouco conhecida, a praia é uma pontinha de terra no sul do país na qual só se chega de barco. Apesar de não ser uma ilha, pois fica no continente, existe uma montanha que isola a praia fazendo com que o acesso seja somente pelo mar.

Não aconselho ninguém a chegar lá de noite como eu fiz. O barco que se pega para sair de Krabi, onde fica o aeroporto, e ir para Railay, é um chamado longtail (vocês vão ver nas fotos, uma coisinha de nada) que vai por mar aberto. O mar, se você der sorte e não estiver chovendo, é normalmente calmo, porém o pior é o lugar onde se toma o barco. Não existe iluminação nenhum e a estrutura... bem, estrutura não existe! Você sem enxergar nada sente um rapaz lhe segurar pela mão, escuta um barulho de água, sabe que o barco deve estar ali e pula para dentro.

Passado o medo de tomar um barco sem enxergar um palmo à frente, a sensação de navegar com o vento no rosto e vendo uma das paisagens mais lindas da minha vida foi de arrepiar!!! A lua ajudou muito nessa tarefa. Os olhos rapidamente se adaptam à escuridão e logo que o barquinho deixou Krabi a gente já conseguia apreciar a paisagem. O mar lindo e calmo à noite, incrível! Passado uma montanha surgiu minha linda Railay. Dava para perceber alguns restaurantes e hotéis na praia e a iluminação de tochas feita pelo resorts que deixavam a paisagem ainda mais romântica.

Railay não tem carros, não tem água potável (a água sai de Krabi de barco). É tão pequena que em cinco minutos de caminhada se atravessa de um lado ao outro da cidade (West Railay para East Railay). A montanha que isola a praia é muitíssimo usada para fazer escalada. Existem várias escolas espalhadas pela ilha. Eu não fiz, mas dizem que a vista lá de cima é indescritível! Aliás atividades não faltam por lá, além da escalada é possível fazer kayaking, trekking, mergulho, snorkelling e e os muitos passeios de barco para conhecer as ilhas da região. 

Existe uma praia, ainda em Railay, Pranang Beach, que é repleta de macacos. Para se chegar até ela o caminho corta por dentro da vegetação e os macacos saltam por cima da cabeça da gente e se você estiver com comida na mão ou na bolsa se prepare para perdê-la, eles vem buscar imediatamente!

A cidade possui alguns bons resorts, uns mais caros com maior estrutura e outros mais baratos, vários restaurantes e até pubs para quem queria curtir a noite.

Agora chega de falar e vamos às fotos!

Ah, antes que eu esqueça, para quem for ver as fotos, eu estava grávida na época!